contador

quinta-feira, 18 de março de 2010

Em memoria do melhor cachorro do mundo


Não me lembro muito bem de como tudo começou, mas acho que foi quando eu fazia a terceira serie do ensino fundamental.
Eu criava três cães pudles Sandy, Morena, e um em especial chamado Dudu, ele era um cão preto, bonito, inofensivo e bastante inteligente o tipo de cão perfeito, mas dentro dessa perfeição havia um problema, minha mãe não gostava do Dudu.
Um dia, minha cadela Morena teve uma ninhada de cinco filhotes, mas infelizmente um morreu, e dos quatro que ficaram havia um diferente, seu pelo era completamente branco e seu focinho era rosa então todos nós nos perguntamos:” como é possível esse é um pudle legitimo e é albino!”

Ele chegou na minha vida pra ficar, seu nome era Bambam.

Quando ficou mais velho, ele ficou cego então tive de cuidar dele.

Pouco tempo depois, descobrimos que ele tinha uma doença grave e teria que ser sacrificado.

então no dia 26 de agosto de 2008 enquanto eu não estava em casa, Bambam foi levado pelo centro de zoonozes.

Até hoje sinto sua falta, e seu que um dia agente ainda vai se reencontrar.

E sabem porque? Porque ele não só era o melhor cachorro do mundo, mais também era o melhor amigo do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget